Política de estoques

Política de estoques

1.   O que é política de gestão de estoque?

São definições adotadas em nível gerencial. Representam algumas características relacionadas à: momento de compra, quantidade adquirida, frequência das compras, risco de stock out, entre outros.

2.   Um estoque pode ser dividido em duas partes*:

Estoque cíclico

Corresponde à expectativa de vendas em determinado período. Este estoque deve ser o mais próximo possível da demanda[1] por determinado produto. Economias diversas estão associadas ao estoque cíclico. Economias por quantidade adquirida, por fretes, quantidade de pedidos de compra, espaço de estocagem etc. O estoque cíclico é definido como a metade do tamanho do lote, que por sua vez corresponde à quantidade comprada ou produzida.

A redução do estoque cíclico usualmente resulta em grandes reduções do capital de giro necessário para que o negócio se mantenha com boa saúde financeira.


[1] Estimada pela previsão de demand

Estoque de segurança

Como na maioria dos negócios não é possível prever a demanda com 100% de precisão uma quantidade extra de estoque é adicionada ao estoque cíclico a fim de compensar por flutuações na demanda assim como eventuais atrasos na produção ou entrega da mercadoria.

O objetivo é minimizar os estoques e seus custos associados mantendo um nível de disponibilidade adequado.

O conflito existente na redução dos níveis de estoque é que quanto menores os estoques, maior será o risco de falta de mercadoria. Isto pode afetar a receita além de exercer um impacto negativo na experiência dos clientes.

*De fato, podemos considerar outras divisões do estoque, como estoques de antecipação ou estoques de canal. Contudo neste artigo estas divisões de estoque não serão tratadas.

3.   Como otimizar os estoques?

Otimizar estoque cíclico

Inicialmente define-se o tamanho de lote ótimo. Este será o tamanho de lote que minimizará o custo total.

O tamanho ótimo de lote pode ser obtido ao se calcular o ponto mínimo da seguinte função:

Ou calcular a seguinte equação:

CT: Custo total

Q: Tamanho do lote

D: Demanda anual do produto

S: Custo fixo por pedido

C: Custo do produto

m: Custo de manutenção dos produtos em estoque (em função de C)

Neste cenário, consideramos apenas um produto, além de não considerar descontos por quantidade na aquisição dos lotes. Adicionar múltiplos produtos (da mesma origem) em um pedido reduz os níveis ótimos do estoque cíclico.

Otimizar estoque de segurança

Inicialmente um nível de serviço (NS) deve ser estabelecido. O nível de serviço corresponde à probabilidade de não haver falta do produto em um ciclo. O nível de serviço jamais deverá ser 100%, e quaisquer valores muito próximos a isso aumentarão drasticamente o estoque de segurança.

Em seguida a diferença entre a demanda prevista e a realizada deve ser calculada. Este desvio deve ser avaliado no período entre o pedido de compra e a disponibilização da mercadoria aos clientes (lead time de compra).

O desvio padrão da demanda será calculado por:

:Desvio padrão da espera (lead time de compra)

L: é o tempo médio de reposição (lead time de compra)

: Desvio padrão da demanda por período (ex. diário)

D: demanda média do período

O nível de serviço será utilizado como um quantil em uma distribuição de probabilidade (usualmente a distribuição normal).

Diversas outros podem ser consideradas nas políticas de estoque, podemos enumerar algumas das mais frequantes:

Obsolencência dos produtos

Prazo de validade
Condições de estocagem

Custo de manuzeio

Substituição (Grupos de produtos semelhantes)

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.